Redes Sociais
VIDA

Desesperada está
Não vê a vida passar
De tudo a reclamar
Do café e do jantar
E sempre a lamentar.

Sem nunca tentar
É revolta
É medo
Desespero no olhar
Amar... Nem imaginar.

Está no ponto da loucura
Só precisa de alguém
Que a escute
Que a compreenda
Difícil é encontrar.

Foi na igreja
Foi no terreiro
Tentando aliviar
Pra nada adiantar.

Foi a Deus perguntar
Não tenho paz
Nem sossego
É revolta?
É desespero?
É falta de alguém
Para me escutar e orientar?
Eu não agüento mais 
Ficar como estou:
Desesperadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Carlos Batista

Compartilhe   |

Mont&39;Blanck Writer   |  10/07/2013

visite meu site tb e comente ou deixe seu recado registrado no livro de visitas, ficarei feliz. bjs

TRAVESSIA -   |  10/07/2013

Neste poema melancólico,um pouco triste,onde o eu lírico não encontra a paz dentro d si ,onde busca e não encontra. A paz tá dentro de cada um e muitas vezes é necessario ter o ombro de apoio pra q a dor seja dividida e a magia da vida possa ser sentida de forma colorida e vibrante.

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados