Redes Sociais
ESTOU VELHA

ESTOU VELHA

 

Poema feito em homenagem a todos os idosos que precisam de mais um pouquinho de paciência cuidados

 

 

Já esqueço de tudo

Mas não admito

Dou risada de mim mesmo

Esqueço ate que não almocei

Ainda reclamo

Os meus remédios não adiantam

Não lembro a hora de tomar

Faço uma confusão terrível

Misturo tudo

E ainda demonstro

Auto suficiência no que faço

E lembro da minha querida Mãe

Que eu sempre reclamava da coitada

Ela não podia falar nada eu corrigia

Gritava por nada e tratava sem paciência

A coitada nem podia respirar e eu só reclamava

Nunca tinha me tocado que poderia ficar

Velhinha como minha Mãe querida

E hoje vejo tudo que já fiz

E faço mais ainda

As vezes

Em homenagem a minha eterna velhinha

 

Carlos Batista

Compartilhe   |

Nenhum comentário

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados