Redes Sociais
MEU INTERNAMENTO
 FIZ CATETERISMO 
ASSUSTADO ESTAVA 

MAS 

FOI ENGRAÇADO
COMEÇOU COM A ESPERA
FIQUEI NA ENFERMARIA
TIREI A ROUPA
FIQUEI NU
MOSTREI MEUS PARTICULARES
RASPARAM MINHAS INTIMIDADES
VIREI CRIANÇA
IMPOTENTE E FRÁGIL

E ÁS ESTÓRIAS DAS ENFERMEIRAS
SORRI
 MARIA ENFERMEIRA
SÓ PINTAVA ÁS UNHAS DE  VERMELHO
DAVA SORTE NO AMOR  SEGUNDO ELA

ANITA

FALAVA DE TUDO SE ACHAVA TODA BOA  
LEMBREI ATE DA MUSICA RSS
 E SÓ TOMAVA BANHO COM ALHO
PARA TIRAR OS OLHOS GROSSOS

E A MAQUINA QUEBROU

LIGA PARA O TEC

O EXAME DEMOROU

JOAQUINA 

FALAVA DO ASSALTO
DESESPEROU , GRITOU , QUEBROU A PERNA 
PIROU MAS A BOLSA NÃO LARGOU
ETA JOAQUINA BOA DE BRIGA 

E O TEC QUE NÃO CHEGAVA
COM FOME E SEDE ESTAVA
E TODOS A FALAREM 
DO ASSALTO
 DO DIA A DIA

A LUZIA 

PRIMEIRO A MINHA VIDA
DOU TUDO 
ATE MEU CORPO
QUERO É VIVER

E OS AMIGOS DA ENFERMARIA

A RECLAMAREM DA DEMORA 
DO MAU ESTÁDO
DA MAQUINA QUE TODO DIA QUEBRA
TEMOS VIDAS 
SOMOS DESPROTEGIDOS

MEU PRO-PÉ RASGADO
ENFERMEIRA TROCA POR FAVOR

E VEM MARIA  COM ÁS UNHAS VERMELHAS 
E ÁS NOVIDADE DO DIA
CADA CASO 
ETA MARIA

E ASSIM FOI MINHA MANHÃ NA ENFERMARIA
SÓ TENHO   A ORAR E PEDIR A DEUS  PROTEÇÃO
E QUE ESTÁ MAQUINA CONSERTE LOGO  VIXE MARIA

SAMOS DOENTES  IMPOTENTES 

INDEFESOS  

FRAGEIS E CARENTES 

SOMOS GENTE


CARLOS BATISTA

 

 

Compartilhe   |

Nenhum comentário

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados