Redes Sociais
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
MEU INTERNAMENTO
 FIZ CATETERISMO 
ASSUSTADO ESTAVA 

MAS 

FOI ENGRAÇADO
COMEÇOU COM A ESPERA
FIQUEI NA ENFERMARIA
TIREI A ROUPA
FIQUEI NU
MOSTREI MEUS PARTICULARES
RASPARAM MINHAS INTIMIDADES
VIREI CRIANÇA
IMPOTENTE E FRÁGIL

E ÁS ESTÓRIAS DAS ENFERMEIRAS
SORRI
 MARIA ENFERMEIRA
SÓ PINTAVA ÁS UNHAS DE  VERMELHO
DAVA SORTE NO AMOR  SEGUNDO ELA

ANITA

FALAVA DE TUDO SE ACHAVA TODA BOA  
LEMBREI ATE DA MUSICA RSS
 E SÓ TOMAVA BANHO COM ALHO
PARA TIRAR OS OLHOS GROSSOS

E A MAQUINA QUEBROU

LIGA PARA O TEC

O EXAME DEMOROU

JOAQUINA 

FALAVA DO ASSALTO
DESESPEROU , GRITOU , QUEBROU A PERNA 
PIROU MAS A BOLSA NÃO LARGOU
ETA JOAQUINA BOA DE BRIGA 

E O TEC QUE NÃO CHEGAVA
COM FOME E SEDE ESTAVA
E TODOS A FALAREM 
DO ASSALTO
 DO DIA A DIA

A LUZIA 

PRIMEIRO A MINHA VIDA
DOU TUDO 
ATE MEU CORPO
QUERO É VIVER

E OS AMIGOS DA ENFERMARIA

A RECLAMAREM DA DEMORA 
DO MAU ESTÁDO
DA MAQUINA QUE TODO DIA QUEBRA
TEMOS VIDAS 
SOMOS DESPROTEGIDOS

MEU PRO-PÉ RASGADO
ENFERMEIRA TROCA POR FAVOR

E VEM MARIA  COM ÁS UNHAS VERMELHAS 
E ÁS NOVIDADE DO DIA
CADA CASO 
ETA MARIA

E ASSIM FOI MINHA MANHÃ NA ENFERMARIA
SÓ TENHO   A ORAR E PEDIR A DEUS  PROTEÇÃO
E QUE ESTÁ MAQUINA CONSERTE LOGO  VIXE MARIA

SAMOS DOENTES  IMPOTENTES 

INDEFESOS  

FRAGEIS E CARENTES 

SOMOS GENTE


CARLOS BATISTA

 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
XOXÖ E PEROLINA
Exemplo de amor e fidelidade
Na cidade todos a comentar
E desejar
Tanta felicidade

PEROLINA gentil e observadora 
Admirava e respeitava todas as ações 
Do seu homem

Conhecia seu amado
No olhar
No sorriso
Na voz 
No andar 
No piscar dos olhos
Nas emoções ocultas
Via e viviam todos os momentos com união e amor 

XOXÖ admirava
Sentia protegido 
Sentia forte 
Ao lado da amada

Não preocupava com problemas 
Ou com os acontecimentos da vida
Bastaria PEROLINA esta próximo e sorri 
Sua alma enchia de esperança e paz 

XOXÖ E PEROLINA 

Esperança e persistência 
Todos a comentar
Na cidade bem distante 
Muitos anos se passaram
Raízes brotaram

Os nomes marcaram e ficaram
Esta e a historia d’ um viajante
E seu verdadeiro AMOR 

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
CEREJEIRA
O sabor nos lábios
Da amante enlouquecendo
Seu dono
E ao mordê-lo
Sangra
Deliciando-se de prazer 
Como primeiro gosto de amor
Uma vez insaciável
A paixão 
A luxuria
Provocando 
E predominando 
O vermelho e a sensualidade
Não é mais virgem
Desabrochando como uma flor

Gostar 
Do frio
Da chuva 
Do inverno 
Satisfaz seu cultivo
Sagrada flor 
Delicadeza nos formatos 
Suas pétalas 
Sakura 

Flor 
A desabrochar
Desprendendo da arvore
Vida...
De Samurai
Nobres madeiras
Frutos vitaminados 
No sétimo dia 
Deus a fez 

Cerejeira 

ÉS 

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
SERTÃO
TERRA LINDA
TERRA SOFRIDA
CAVALO
CÃO
GATO
GADO
COM FOME ESTÃO (?)

SEU JACOB E DONA ANTÔNIA
SORRISO ESTAMPADO
OLHARES DISTANTES
A IDADE SE PERDEU NO TEMPO
CASA DE TAIPA
CAMISINHA NUNCA SE VIU
17 BOCAS PARA CRIAREM
AINDA CABE MAIS UM
SEU JACOB A FALA
DONA ANTÔNIA SORRI
ETA GENTE BOA 

LÁ VEM O JUVENA
COM A CARROÇA CHEIA DE TRECOS USADOS
É PANELA
É LÁPIS
É GALINHA
É ESPELHO
É TORNEIRA
TROCA VENDE 
EMPRESTA 
JUVENA BOM NEGÓCIO 
JÁ TROCOU UMA MESA VELHA
POR UM BEIJO
JÁ DEU UMA CADEIRA 
PARA UMA CRIANÇA PARAR DE CHORAR
ETA JUVENA QUE VIVE SORRINDO


TERRA LINDA 
TERRA DE GENTE BOA
E DE SOL QUE MALTRATA
NINE (?) NÃO AGUENTA NEM ANDAR 
QUE DIRA MIA (?)
ETA GATO QUE TANTA SORTE DÁ

CASA DE TAIPA
TELHADO DE PALHA
CHÃO BATIDO
O FOGÃO DE LENHA
A PANELA DE BARRO
O QUARTO E A SALA É NA COZINHA
E SEU JACOB FELIZ ESTÁ
PEÇO A DEUS 
E AO MEU PADIN PADE CÍÇO
PROTEÇÃO TODOS OS DIAS
DONA ANTONIA FALA SORRINDO

PASSO FOME 
PASSO SEDE 
SOFRO 
CHORO
NEM ME PERGUNTO PORQUÊ 
MAIS NUNCA POSSO DEIXAR 
DE SORRIR
DE VIVER
DE AMAR O PRÓXIMO

PEÇO A DEUS E AO MEU PADIN
TODOS OS DIAS
PARA NUNCA DEIXAR DE SONHAR

DIZEM SEU JACOB E DONA ANTÔNIA 
SORRINDO
SORRINDO

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
ADEUS

NÃO 

ALMAS QUE SE AMAM
CORAÇÕES ÚNICOS
COMPLETAM-SE 
MERECEM-SE


MOMENTOS VIVIDOS
INESQUECÍVEIS
NAS LEMBRANÇAS
O SORRISO VEM
A SAUDADE TAMBÉM 

CORPO RECLAMA
DO CALOR
DOS BEIJOS
DA PAZ
DOS MOMENTOS

LÁGRIMAS
A ROLAREM
EMOÇÕES
NO ADEUS

CERTEZA DOS SENTIMENTOS
CERTEZA DA IMPORTÂNCIA
DO QUE FICOU
TUDO A LEMBRAR
CORAÇÕES 
SOFREM 
CHORAM
SONHAM
SAUDADE QUE DOÍ
ADEUS NÃO 
ATÉ BREVE

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
2012

31 dezembro

Acordei cantando
É mais um ano passando
Com saúde estou
Cheio de amor e esperança
O dia todo é festa
Organizando
Comemorando 
O café
O almoço
A janta
Seleção das musicas
Tudo é festa
É motivo a brindar
O que
Viveu
Aprendeu
Tentou e não esqueceu
Passou
É festa
São abraços e beijos
Calorosos de amor e amizade

Deu meia noite
Gritei
Fiz discurso
Emocionei
Chorei
Dancei tudo que tocava
Sorri
Abracei
Beijei
Declarei-Me
Todo de branco estava
Fui à praia
Molhei meus pés
Não resisti
Tomei banho de mar
Dediquei flores a yemanjá
Fiz uma Oração
Pedi saúde e paz

É meia noite
Cantei
Feliz ano novo ate o dia clarear
Não dormi
E de manha
Comi maniçoba com feijoada para animar
Abri um champanhe
Comecei a gritar
Venha 2012
COM MUITO AMOR E PAZ
SORRI
SORRI
SORRI

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
TERREIRO
E NO TERREIRO FUI
EPA RÉ MEU PAI
DONDE VEM TANTA LUZ
O CORPO A FLUTUAR
DANÇANDO SEM PARAR
RITUAL PARA IEMANJA


OS TAMBORES QUE NUNCA PARAM
ENERGIA SE ESPALHA
MANIFESTAÇÕÉS AOS ORIXAS
MINHA MÃE
MEU PAI
OS CAMINHOS A SE ABRIREM
VELAS EM TODOS OS CANTOS
AS CANÇOES QUE ENCANTAM
CADA DANÇA UMA MANIFESTAÇÃO
UMA DEVOÇÃO

EPA RÉ MEU PAI

O CORPO NÃO É MAIS MEU
A VOZ NÃO MAIS A MINHA
VEJO TUDO
VEJO TODOS
VEJO FUTURO E PRESENTE
E OS TOQUES DOS TAMBORES
É QUE ME GUIA
MINHA MÃE 
MEU PAI

EPA RÉ NESTE DIA
QUE TANTA LUZ ME GUIA

EPA RÉ


CARLOS DOS SANTOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
VIVER É DIFILCIO
ENCONTRO E DESENCONTROS
PERSONALIDADES DIFERENTES
MAIS UNIDOS ESTÃO
E SEMPRE A RECLAMAR 
DO CAFÉ 
DO JANTAR

VIVER É DIFILCIO

MAIS É BOM
PROBLEMAS TEMOS
AMORES SOFREMOS
DECEPÇÃO NÃO ENTENDEMOS
E COM TUDO VIVEMOS
E NÃO ESCOLHEMOS

VIVER E´DIFILCIO

E NADA TEMOS
BONS MOMENTOS
NÃO ESQUECEMOS
COM ÁS TRISTEZAS APRENDEMOS
ESQUECEMOS
VIVEMOS
LUTAMOS
MORREMOS
É DIFILCIO 
MAIS É O QUE TEMOS
VIVEMOS , VIVEMOS , VIVEMOS

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados