Redes Sociais
Sábado, 22 de abril de 2017
ACREDITA

ACREDITA

 

Acredita, pois terei...

Não entendo que não sei

É mentira ou verdade

Que tudo revelarei

Fantasias e realidades

Não escapa dos pensamentos

É a vontade do poeta

Que busca neste momento

Eu nem mesmo sei por que

Estou tentando escrever

Com a mente poluída

De tanto prazer

Ora essa

Sem registro tem que ser

Nunca posso esquecer

Os momentos com você

 

Carlos Batista

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
Vento

Vento que vem forte


Leva-me  a pensar

E acreditar em ser diferente

Confiar no homem

Na vida

No  dia a dia 

A todo minuto

Assisto a uma peça 

O desespero

A guerra

A coragem

A covardia

A esperança

O nascimento

O AMOR

Vento  vem

Vento  vai

Deixando  marcas e aprendizados

Que ficam

Que  passam

Vento  Vento Vento

Carlos Batista
 
Postado por Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
Mangue Seco
MANGUE SECO

 

 

VENTOS FORTES

TRAZIDOS DO MAR

AREIAS A ROLAREM

MASSARICOS QUE ENCANTAM

COM SEUS LINDOS VOOS E SUAS PESCAS

CORRENDO DAS ONDAS

COM SUAS PERNAS CURTAS

É LINDO

CADA MOMENTO É UM SONHO

AOS OLHOS QUE EMOCIONAM

 

 

RENOVAÇÕES DE AMORES

A TODOS OS MOMENTOS

DECLARAÇÃO NAS ÁREAS

FELICIDADES BROTAM

 

A MAGIA DO LUGAR

ESTÁ NAS DUNAS

NA DISTANCIA

NO POVO

NAS COMIDAS TÍPICAS

 

ENCANTA VIDAS

E MUITAS FICAM

E NÃO VOLTAM MAIS

LARGAM  TUDO

LARGAM O MUNDO

 

VIDA SIMPLES

VIDA FELIZ

VIDA COM AMOR

É QUE BUSCAM

A PAZ

 

A NOITE VEM

COM SONS DO MAR

CASAS ANTIGAS

RUAS ÀS ESCURAS

CLIMA INEXPLICAVEL

QUE CONTAGIA  

ALMAS QUE ALI PASSAREM

ALMAS QUE EM MANQUE SECO

FICAREM.

 

 

CARLOS BATISTA
 
Postado por Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
Perto de te
 
Naquela noite

Foi tudo diferente

Esqueci de tudo

Só pensava em você

Sonhei nos meus braços

Como a estrela mais bela

Iluminando o mundo

Um mundo todo nosso

 

A chuva caia

O cheiro de flores

Perfumando a casa

E eu na rede

Deslumbrado de amor

Vendo-te dormindo

Sonhando com teus brilhos

Iluminando minha alma

Era amor

Era alegria de ver você

Nos teus sonhos

E na minha vida

Todos os dias

 

Queria acordar e te beijar

Dar-te carinhos e amar

Mas acabaria o encanto

De sempre sonhar

Quando perto está

 

Carlos Batista

 
 
Postado por Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
MUDAR-2
É ter coragem
E ser determinado
Ser louco
Sensível
Lutar pelo sonho
 
Mudar
 
Não tentar 
É ficar na mesmice
E quando não ter mais tempo
Mais força 
Mais garra
Lamentar
Sofrer por não ter coragem
E por não tentar 
Mudar
E envelhecer triste
Consciente da perda
De não ter virado a mesa
Virado o tempo
Vivido 
Tentando ser feliz 
MUDANDO
 
Carlos Batista
 
Postado por Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
A missa
Missa cantada na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Pelourinho, Salvador, Bahia.

A Missa

Fui à missa

Arrepiado fiquei

Quando ouvi o som do timbal

O incenso a espalhar

E todos a dançarem

Cantando para os orixás

Gente de todas as raças

Com Fe a rezar

A paz contaminando

A ovelha que la esta

A igreja lotada

O padre  celebrando

Com as mensagens divinas

Á Deus sempre a louvar

E na cadência do afoxé

 Apoteose acontece

Primeiro as mulheres

Depois os homens 

Com balaios de pães 

A serem abençoados 

E distribuídos 

O sincretismo religioso 

A igreja católica 

E os negros agradecem

Os que morreram

Lutaram por ela. 

A Missa.

Carlos Batista
 
Postado por Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
NÃO KISS
EU

Feliz estava

Com os amigos 

Sorrindo e comemorando

A minha vida o momento

Os meus objetivos

O vento passou

Arrepiado ainda estou

Não sei o que aconteceu

Nem onde fui

Só sei que perdi a respiração

Foi muita confusão 

Queria poder estar ai

E poder sorri com vocês

Continuar com meus sonhos 

Mas estou longe 

Seguindo outros caminhos

Que não entendia 

Fui acolhido e medicado

Estou feliz e Leve

É como começar de novo

Estou bem 

Obrigado pela paciência e amor

Obrigado

Meu Pai

Minha mãe 

Obrigado a todos 

Carlos Batista



 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
Choro

Fico sensível 

Choro a todos os momentos

Que presencio

Que passo

Em uma homenagem

Um desabafo

Uma Alegria 

Uma conquista





Choro



Emociono por tudo 

Fico pensando 

Será que é normal

O tempo passa e piora 

Não controlo

Lágrima vem

Coração apertado 

A derreter 

Não sei o que fazer 

Não consigo esconder 

Meus óculos escuros 

Já não oculta mais 

Lágrimas rolarem 

Rosto transforma



Choro



Não mais como antes 

Vejo-me soluçando

Em uma festa

Fui discursar 

Auditório lotado

A voz travou

Tentei controlar

O soluço chegou

Não parei de chorar

Emocionado estava



Choro

Choro

Sensível estou 



Carlos Batista





 

 

Compartilhe   |
Comentários

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados