Redes Sociais
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
ENTENDERÁS
Entenda o que não pode ser entendido
O hoje, o amanhã
Não achei nada, mas pode ser tudo na vida
As desculpas vêm tarde, mas vêm
Mesmo com arrogância, de quem nada tem
Nem sempre o bem faz bem
E o mal faz mal a alguém
Registrado está
É só pensar
Entenderás o inexplicável
Entenderás a morte
Entenderás a vida
Entenderás o que não pode ser entendido.

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
É FESTA
Todos a falarem
Cerveja, uísque e guaraná
Churrasco a queimar
E o “viagra” a funcionar.

É festa

Comentários do ano inteiro
Fantasia e realidade
Misturam-se sem parar
O gostoso é falar
E ninguém a reclamar
Da coluna ou pressão
É amor pra todo lado!

É festa

É... relaxe, meu irmão
Sem registro
A vida passa
Momentos ficam.

É festa

Todo ano é uma agonia
Todo ano a mesma ladainha
Mas a festa continua
E com muita alegria.

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
DISTANTE
Hoje tudo mudou para o meu lado
Tentei sair, mas não dava
Liguei o carro, não pegava
A internet, não conectava.

Deitei, respirei
Estranho fiquei.

Tudo e todos ao meu redor
Eu não via
Algo estranho acontecia.

Imóvel eu estava
O corpo não movia
Queria falar e não conseguia.

Todos a me olhar, chorando sem parar
Foi então que levantei e notei
Ninguém me via
Eu já estava em outra vida e não sabia.

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
QUE DOR!

Dor de cabeça estou
Ninguém notou
Que horror
É falta de prazer
Ou vontade de sofrer.

Eu queria entender
A alegria
O amor
A dor
O tudo, o nada
É loucura
É solidão
É vida.

Dor de cabeça estou
É vontade de beijar
É vontade de falar
É vontade de gozar
De querer
O impossível
Sem lutar
Reclamar e desejar
É complicado entender.

Dor de cabeça estou
Pensamentos solitários
Amarguras
Viver a sonhar
E sempre a lamentar
Uma pinga para animar
Sem emprego, sem dinheiro
Nem uma mulher para amar.

Triste estou
Só me resta beber e sonhar com caviar
Até a dor de cabeça passar, passar, passar...

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
SENTIMENTO
Dor de cabeça, tenho
Só sexo, por favor.

Dinheiro faltou, que horror!
Só sexo, por favor.

Em casa flagrou, brigou e apanhou
Só sexo, por favor
Acalmou... e tudo mudou.

A TPM chegou
Estresse e tudo irritou
Oh! Só sexo, por favor
Acalmou... e tudo mudou.

Lindo é o mar, mas como enxergar?
Lindo é a rosa a brotar, mas como enxergar?
Se sexo é tudo
Sexo é vida, então o sentimento é nada?

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
QUERIA ENTENDER
O impossível
Amar e não complicar
Saber os segredos do mar
Que me faz tanto bem
Quando estou a andar
E vejo as ondas a rolarem
Momentos que me levam a sonhar.

Queria entender a vida
Os mistérios que me cercam
A felicidade de quem nunca lutou
A luta de quem nunca conquistou
A dor de quem perdeu
A ganhar o que não mereceu.

Queria entender a morte
Mas entender o que não vejo
É querer o impossível
É querer o que não desejo
A vida é bela
Tudo é belo
É o que vejo ao meu redor
Cada um tem seu carma
É só aceitar e lutar para melhorar.

Só queria entender
Minha vontade de viver
Minha vontade de amar
E que muitos lamentam
O que tão perto está
É só olhar
Mas não quer enxergar
Não vive, não ama
Só faz reclamar.

Eu só queria entender
O que não posso ver
Sentir o prazer
Queria entender...

CARLOS BATISTA
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
PROCURO
Procuro um amor...
Que me compreenda
Que complete meu sorriso
Que não minta
Nem finja que me ama.

Procuro um amor...
Que seja fervoroso e louco
Que goste do que eu gosto
Que me ame em todos os momentos
Seja sensível aos meus momentos
E saiba escutar minhas dores.

Procuro um amor...
Que me ajude a lutar
Que me ajude a vencer
Que me dê esperança
E me ajude a viver.

Procuro um amor...
Talvez o impossível
Talvez o sonho
Procuro enquanto força tiver
Procuro, procuro você... amor.

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 16 de julho de 2013
MULHER
Corajosa és
Aparentemente frágil
Única que suporta tanta dor
Sentimentos puros
Nunca igual
Linda.

Mulher
Tens sétimo sentido
Deus a fez tão diferente e pura
Todos os meses a sangrar
Reações diferentes sem parar
Nove meses vão passar
O amor vai sustentar
A semente que brotar.

Mulher
Cada dia
Cada momento
Ocupando o seu espaço
Nesta selva nos eventos.

Mulher
A paz
O amor
A alegria
És tudo
E sem você não sou nada.

Amo você para sempre
MULHER

Carlos Batista
 

 

Compartilhe   |
Comentários

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados