Redes Sociais
Sábado, 28 de outubro de 2017
O ORGULHO

 O Orgulho

O orgulho e seu amor

Na viagem que marcou

Os espinhos não deixaram

As pétalas  brotarem

E o tempo passou passou ...

O orgulho continuou

Nas estradas da vida

Não viu o que perdeu ou ganhou

Orgulhoso

Ficou Ficou Ficou

Carlos Batista

Compartilhe   |
Comentários
Sexta-Feira, 27 de outubro de 2017
LARES DE IDOSOS

Dedico a todos os Lares de idosos  que compartilham com carinhos , atenções  , alegrias e cuidados netas casas.

LARES DE IDOSOS

Aqui fiquei

Não lembro o dia

Nem a hora que cheguei

Só sei que chorei

Pensei

Lutei tanto

Estou sozinho (a)

Fiquei triste

Desanimei

Para meu Deus implorei

Paciência e amor

Na nova casa que estou

Aí, tudo mudou

Encontrei cuidados

Encontrei amor

Amigos que me escutam

Amigos que trazem lembranças boas

Que me fazem sonhar

Fazem sorrir

Encontrei a paz que esta casa traz

Até presentes ganho

Minha casa, Meu Lar

Cheguei um dia

Que alegria

Obrigado,  Senhor

Obrigado .Obrigado .Obrigado...

Agradeço todos os dias

Carlos Batista

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 24 de outubro de 2017
A VIAGEM

 

 A viagem.

 

Viajei dentro de mim                              

Fechei os olhos e respirei lentamente     

Queria entender a vida                             

Corrigir os meus defeitos                                                                           

Descobrir o porquê das minhas angustias 

Entrei no meu corpo

E fui direto ao coração                                                               

                                                                 

Chegando fiquei encantado                         

Com a complexidade                                 

E imediatamente procurei a minha cura                                          

Porém, não a encontrei   

                       

Não me senti bem                                     

Fiz uma viagem por todo o corpo                

Não encontrei nada que justificasse meus sofrimentos      

Fiquei aflito, decepcionado                                                                      

E lembrei...                                                        

... que faltava conhecer o cérebro              

O mais importante computador a serviço de mim mesmo

E eu havia esquecido!

 

  Ao ver tantos neurônios                                                                                                           

Cheguei a me sentir confuso                            

Observei por horas                                                     

As maravilhas do cérebro   

Não achando nada de anormal                             

Entendi que poderia ficar todo o tempo           

Jamais iria descobrir a causa dos sofrimentos    

No meu corpo e na minha vida                                 

Porque a cura não estava lá                        

E sim, no Deus Criador que tudo pode fazer                              

Em mim e por mim!     

Carlos Batista                                                                 

Compartilhe   |
Comentários
Domingo, 22 de outubro de 2017
ESTOU VELHA

ESTOU VELHA

 

Poema feito em homenagem a todos os idosos que precisam de mais um pouquinho de paciência cuidados

 

 

Já esqueço de tudo

Mas não admito

Dou risada de mim mesmo

Esqueço ate que não almocei

Ainda reclamo

Os meus remédios não adiantam

Não lembro a hora de tomar

Faço uma confusão terrível

Misturo tudo

E ainda demonstro

Auto suficiência no que faço

E lembro da minha querida Mãe

Que eu sempre reclamava da coitada

Ela não podia falar nada eu corrigia

Gritava por nada e tratava sem paciência

A coitada nem podia respirar e eu só reclamava

Nunca tinha me tocado que poderia ficar

Velhinha como minha Mãe querida

E hoje vejo tudo que já fiz

E faço mais ainda

As vezes

Em homenagem a minha eterna velhinha

 

Carlos Batista

Compartilhe   |
Comentários
Terça-Feira, 17 de outubro de 2017
FAXINA

FAXINA

 

Fiz uma faxina

Na minha vida

Desapeguei-me de tudo

Coisas que guardava há anos

Roupas que usava e guardava

Sapatos  que comprava e não usava

Coisas que eu nem sei por que guardava

E gostava

Fiz uma faxina e mudei

Algo estranho aconteceu

Poucos me reconheceram

Fui a lugares que nunca imaginava ir

Conheci novas amizades

Minha visão se ampliou

Cuidei muito mais do meu jarro 

Me vi

Sorrindo mais

Sonhando mais

Vivendo muito mais

E foi só uma faxina

Que deveria ter feito

Há muito tempo atrás

 

Carlos Batista  


 

 

Compartilhe   |
Comentários
Quarta-Feira, 11 de outubro de 2017
FALA POEMA

Fala Poema

 

Fala por mim

Fala por nós

Tudo que traz na alma

E quando penso que acabou

Vem enxurradas de amor

Rebuscadas nas distâncias

Com tantos caminhos a descobrir

Nas estradas a fora

Fala de mim Poema, fala

Busca insistentemente uma luz

Para minha vida

E em cada estação que encontrar

Mesmo sentindo escuridão

Canto seus poemas alegrando meu

Coração

 

Carlos Batista

Compartilhe   |
Comentários
Sábado, 09 de setembro de 2017
PEQUENAS COISAS

PEQUENAS COISAS

 

Pequenas coisas

Fazem a diferença

Seja com um abraço

Um sorriso

Uma rosa

 

Uma completa a outra

Seja o que for

Talvez ache que é pouco

E que não tem muita importância

Não pense...

 

Tente, acredite

Surpreenda com a atitude  

As pequenas coisas

Podem mudar o rumo do navio

Sem que as velas guiem

 

E o marujo voltará a sonhar

Na vida

No amor...

Pequenas coisas

Fazem a diferença

E muito!

 

Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários
Domingo, 13 de agosto de 2017
PAI

PAI

 

É meu porto seguro

Que me protege

Ensina a caminhar na selva

E dizer não ou sim

A sua maneira

 

É superproteger

Muitas vezes nem demonstra

Os sentimentos

Vezes durão

Vezes chato

 

Na superproteção

Fica triste e chora

Na decepção

E ninguém ver

Pai

 

Cadê você

Sinto falta

Dos teus abraços

Dos sorrisos

Conselhos

 

Contos de vivencias

Que só hoje entendo

A sua maneira

De me ajudar

A enfrentar o mundo

 

Passar suas experiências

Pai

Só com seu olhar

Já entendia

E obedecia

 

A bença Mãe

A bença Pai

Eram todos os dias

Nas ceias todos juntos

Sempre agradecendo

 

Ao bom Deus

Pai

Sempre Pai

Obrigado

 

Carlos Batista

 

Compartilhe   |
Comentários

Sou poeta 
Sonhador
Não sei para onde vou
Só sei que estou indo
De corpo e alma com amor

Nas escritas que publico
Estão as emoções 
Mais profundas 
E românticas
Inspiradas do coração

Minha alma ferve 
Meu coração grita
E os poemas 
Simplesmente brotam
Irradiando os seguidores
Com mensagens simples 
Alegres 
Que passa o romantismo
O encanto da vida

Felizes ficamos
Com as postagens 
Os comentários
As critica
Os incentivos 
É como regasse uma flor 
E ter a certeza que esta flor
Alegrará alguém 

Hoje 
Sempre 
Obrigado, 

Carlos Batista 
 

Arquivos
Home  |  Sobre o Blog  |  Posts  |  Livros  |  Contato
Ser Poeta 2013 ©Todos os direitos reservados